Santa Clara do Sul constata primeiro foco de larva do Aedes aegypti


Através do trabalho contínuo de monitoramento das cinco armadilhas instaladas há mais de 10 anos no município, com o objetivo de controlar, prevenir, identificar e combater o mosquito Aedes aegypti, a Secretaria Municipal da Saúde constatou o primeiro foco de larva do mosquito em três pontos da área central.

O secretário de Saúde, Valmeri Schmitt, explica que a descoberta da larva não significa que exista a doença no município. “O mosquito transporta o vírus de uma pessoa infectada para a outra. Se não houver infectados, não haverá transmissão”, afirma. Segundo ele, é fundamental a colaboração da comunidade na prevenção. “Importante que cada um fique atento ao seu pátio, rua e bairro, para que não haja proliferação do mosquito na nossa cidade, o qual pode transmitir doenças como dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya”, reforça.

Em função do ocorrido, a Secretaria Municipal de Saúde promoveu um encontro de orientação e planejamento com as agentes comunitárias de saúde e de combate a endemias nessa quinta-feira, 14. O grupo intensificará as visitas a domicílio em todo território urbano a partir da próxima semana, iniciando pelos locais detectados com larvas. O objetivo é verificar a situação dos imóveis e orientar a comunidade em relação à prevenção e combate do mosquito.





24 visualizações0 comentário