Defesa Civil promove campanha para auxiliar famílias atingidas pelo temporal

O temporal registrado entre quarta e quinta-feira mobiliza o município. Ao mesmo tempo em que trabalha no levantamento das perdas, a Defesa Civil iniciou uma campanha para ajudar as famílias que tiveram suas casas ou galpões afetados pelo vendaval e chuva de granizo.


São aceitas doações de materiais de construção, sobretudo telhas de barro, brasilit e zinco (novas ou usadas), bem como alimentos, roupas, cobertores, colchões, armários e demais utensílios domésticos. Os interessados devem ligar para os fones 3782-2280 ou 3782-1284, dentro do horário de atendimento da prefeitura, ou para o 9657-2327.


A Defesa Civil entregou a lista de residências atingidas à Secretaria de Assistência Social e Habitação, que agora visitará as famílias com maior vulnerabilidade social para auxiliá-las de maneira imediata. “Estamos juntando os dados dos prejuízos para encaminhá-los ao estado. Na medida do possível, tentaremos ajudar a todos os afetados”, ressalta o secretário de Obras e coordenador municipal da Defesa Civil, Márcio Haas.


Levantamento preliminar aponta que em torno de 80 casas tiveram os telhados destruídos pelo granizo, sendo que todas receberam lonas para evitar que a água da chuva causasse ainda mais prejuízos às famílias. “Durante o período em que o estado estiver avaliando a situação de emergência do município, as pessoas já podem doar e agilizar a recuperação dos estragos ocasionados pelo temporal. A solidariedade de todos é importante nesse momento”, salienta Haas.


As comunidades mais prejudicadas foram Sampaio, Alto Arroio Alegre e Linha Serrana, onde praticamente todas as propriedades tiveram registros de estragos, seja em residências ou em galpões. Parte das localidades de Picada Santa Clara, Sampainho e Chapadão, assim como o centro da cidade, também registraram avarias. Ainda houve queda de árvores, alagamentos e prejuízos em estradas e nas lavouras, sobretudo de fumo, que teve em torno de 100 hectares danificados pelo granizo.


Fotos Divulgação



Em Alto Arroio Alegre, interior do município, granizo destruiu o telhado da residência de Romário Wolschick

Temporal também provocou queda de árvores, como mostra a foto tirada no centro da cidade

O tamanho das pedras de granizo que atingiram as propriedades assustou os moradores

Dos 200 hectares de fumo plantados no município, 100 foram afetados pela chuva de granizo

Parte do galpão localizado em Chapadão desabou em virtude da força do vento

0 visualização

Secretaria de Saúde

Assistência Social:

Conselho Tutelar

Fiscalização (Sanitário)

Departamento de Obras

Conselho Tutelar (Alternativo)

Plantão da água (Vivo)

Departamento da Agricultura

Ambulância

Plantão de máquina (Vivo)

Plantão da água (Claro)

Secretaria da Educação

Ambulância (Alternativo)

Plantão de máquina (Claro)

Fiscalização (Geral)

Prefeitura de Santa Clara do Sul

Fone: (51) 3782-2250

Avenida Emancipação, n° 615, Centro Santa Clara do Sul - RS

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon