Município alerta para prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti

Com o predomínio do calor acompanhado de chuvas frequentes e a confirmação de larvas no Município, a Secretaria da Saúde reforça a atenção e o pedido de apoio da comunidade na prevenção e combate do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como a dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya. Mais de 20 Municípios da Região são considerados infestados, o que reforça a necessidade dos cuidados.

O Secretário de Saúde, Valmeri Schmitt, explica que durante o ano são realizadas ações preventivas de forma contínua, incluindo o monitoramento das larvas do mosquito, com visitas técnicas a cemitérios, borracharias e outros pontos estratégicos de proliferação dos mosquitos. “A junção do calor com as chuvas aumenta o perigo da proliferação do mosquito. É fundamental que cada cidadão cuide da sua casa, pátio e terreno, mantendo as piscinas tratadas e eliminando pontos de água parada em vasos de plantas, pneus ao ar livre, caixas d’água abertas, tonéis e latões, entre outros”, orienta.


Saiba mais: É importante evitar vasos com plantas aquáticas; remover folhas, galhos e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas; manter a caixa d’água fechada sempre; colocar o lixo em sacos plásticos e lixeiras fechadas; não deixar água da chuva acumulada nas lajes; encher bordas dos pratos de vasos de areia; guardar garrafas vazias de cabeça para baixo; evitar o acúmulo de pneus velhos; lavar semanalmente tanques para reserva de água e tampar tonéis e barris d’água.


Agente epidemiológica faz monitoramento das larvas em pontos estratégicos e orienta a comunidade.

Texto e fotos: Maica Viviane Gebing/Assessoria de Comunicação



17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo