Grupo de teatro infantil apresenta nova peça

A categoria infantil do grupo de teatro Sobreviventes do Riso, mantido pela administração municipal por meio do projeto Fique Esperto, trabalha na divulgação da nova peça, intitulada de “A Bruxinha que era boa”, de autoria de Maria Clara Machado. Nos últimos dias, as sete crianças que compõem o grupo fizeram quatro apresentações para o público infantil no Salão Paroquial.


Jean Pedro Franz, 13 anos, é um dos atores da peça. Ele participa das aulas de teatro há cerca de quatro anos. Faz questão de ressaltar o prazer que sente ao interpretar um personagem. “É como se a gente estivesse dentro da história”. Opinião semelhante tem Nicole Paola Renner, 9 anos. Aluna da oficina de teatro desde o ano passado, cita os benefícios que teve a partir do momento em que começou a frequentar as aulas. “Assim a gente perde o medo de falar em público e consegue se expressar melhor”.


Segundo o coordenador municipal de Cultura, Leandro Braun, o teatro é uma oportunidade que as pessoas têm de melhorarem suas expressões oral e corporal, ampliando potencialidades como desenvoltura, desinibição e poder de improviso. “A apresentação ao público, sobre um palco, é um grande aprendizado para qualquer pessoa. É nesse momento que ela coloca em prática o treinamento, aprende de verdade”.


O grupo de teatro Sobreviventes do Riso possui um total de 40 integrantes. Na categoria infantil, os ensaios ocorrem nas terças-feiras.



Saiba mais


A peça infantil “A Bruxinha que era boa” conta a história de Ângela, uma bruxinha que é um fracasso na Escola de Maldades da Floresta. De castigo, ela é levada para a Torre de Piche, mas acaba conhecendo Pedrinho, um jovem lenhador que não se assusta com a sua aparência e pode ajudá-la a ganhar a tão sonhada vassoura a jato.



Foto Rafael Simonis



Integrantes da categoria infantil que encenam a peça teatral “A Bruxinha que era boa”

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo