Executivo pretende fortalecer Defesa Civil

Um dos primeiros passos foi buscar orientações com representantes da Defesa Civil de Lajeado

Encontro realizado entre membros da administração municipal e a Defesa Civil de Lajeado, representada pelo coordenador Gilberto Schmidt, pela auxiliar operacional Marisete Mallmann e pelo voluntário Valmor de Godoy, discutiu alternativas para potencializar a Defesa Civil de Santa Clara do Sul. A reunião ocorreu nessa quarta-feira de manhã, no Centro Administrativo.

Conforme o prefeito Fabiano Immich, a intenção é de que a Defesa Civil do município, constituída em 2009, se torne mais atuante tanto na prevenção como no trabalho de socorro em situações de emergência. Para tanto, ressalta a importância da participação dos moradores, que podem virar voluntários e ajudar no atendimento às famílias vítimas de possíveis catástrofes.

Schmidt agradeceu ao convite do Executivo e se colocou à disposição de Santa Clara do Sul para auxiliar no processo de fortalecimento da Defesa Civil local. Para tanto, sugeriu a nomeação de uma pessoa que trabalhe de maneira exclusiva na coordenação da entidade, hoje presidida pelo secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Rural, Márcio Haas. É importante que o coordenador tenha tempo para se dedicar integralmente à Defesa Civil.

A partir de uma Defesa Civil atuante, Schmidt acredita que o município terá mais facilidade em conquistar recursos federais e estaduais em casos de situações de emergência, poderá mapear as áreas de risco, fazer simulados de incêndios e outras atividades de prevenção, auxiliar as pessoas atingidas por catástrofes e buscar a adesão de voluntários, tanto no centro como no interior da cidade. Apesar de Santa Clara do Sul não ter o risco de cheia, pode ser afetada por outros desastres, como foi o caso de Marques de Souza, que acabou atingido por um vendaval recentemente.


No momento, a Defesa Civil de Lajeado tenta viabilizar a instalação de um radar meteorológico na região que monitoraria as bacias do Taquari Antas e do Caí, possibilitando o cálculo do nível da água com dez dias de antecedência. Quero elogiar o prefeito pela sua visão em tornar a Defesa Civil do município mais atuante. É uma formar de planejar o futuro de forma ordenada, ressaltou o coordenador.

Por fim, Schmidt informou que pretende fazer uma simulação de incêndio na Escola Municipal de Educação Infantil Pequeno Mundo em novembro. O último caso de emergência em Santa Clara do Sul foi registrado em junho deste ano, quando um temporal atingiu a cidade e ocasionou a destruição da ponte que liga o município com Mato Leitão, na comunidade de Sampaio.

Foto Rafael Simonis



Reunião ocorreu no Centro Administrativo e envolveu membros da administração municipal e representantes da Defesa Civil de Lajeado



8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo